Centrais fazem manifestação contra juros altos

06/12/2017- São Paulo- As centrais sindicais realizaram nesta quarta-feira dia 6, em frente ao Banco Central, na Avenida Paulista, 1.804, um ato contra os juros altos. A manifestação aconteceu no dia em que o Copom (Comitê de Política Monetária) divulgará a nova taxa básica de juros (Selic) Foto: Jaélcio Santana/Força Sindical

A Central Geral dos Trabalhadores do Brasil (CGTB), a Força Sindical, e a União Geral dos Trabalhadores (UGT), em conjunto de sindicatos que representam trabalhadores metalúrgicos, da indústria química, da construção civil e dos comerciários realizaram protesto na manhã de quarta (6), em frente à sede do Banco Central, na capital paulista, contra os juros altos da taxa básica Selic, que esfolam a economia brasileira. (Leia sobre a decisão do Copom na página 2).

Segundo o presidente da CGTB, Ubiraci de Oliveira (Bira), “todo ano são mais de R$ 500 bilhões vão para as mãos dos banqueiros, então é evidente que fica faltando recurso para saúde, para educação, para o investimento. O investimento público caiu abaixo de 15%. Isto significa uma perda muito grande para todos os trabalhadores e para indústria nacional”, denunciou Bira.

Já o secretário-geral da Força, João Carlos Gonçalves (Juruna), disse que “com juros altos a economia não anda. O consumo cai. Você compra uma geladeira e acaba pagando três. Compra uma televisão e paga duas. Isso acaba gerando desemprego, empresa fecham suas portas. É um mal que atinge a todos”, afirmou Juruna.

Fonte: http://horadopovo.org.br

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *